Em busca da perfeição, Whiplash alcança sucesso

Compartilhe

Com pouca experiência na direção, Damien Chazelle prova que tem talento e profissionalismo de sobra e realiza trabalho impactante com Whiplash: Em Busca da Perfeição. Filme estrelado por Miles Teller e pelo experiente J. K Simmons em uma atuação digna da estatueta do Oscar.

Imagem/Sony Pictures

Basta observar a trajetória de Damien Chazelle para compreender o seu fascínio pela música e como isto evoluiu na sua cinematografia. Em 2010, ele assina a direção e roteiro de Guy and Madeline on a Park Bench (2010) onde trata da relação entre um trompetista de jazz e seu grande amor, em 2013 lança o curta Whiplash que serve de inspiração ao longa.

Impactante, o filme permite um alto grau de imersão graças ao roteiro costurado por um belo trabalho de som e edição, permitindo que o espectador sinta a angústia e a pressão vivida pelo jovem baterista. A mixagem do som é primorosa e a forma clara como cada instrumento pode ser ouvido é contagiante.

Sofisticação técnica essencial a trama que tem na figura do maestro vivido por J. K. Simmons o rigor do professor e algoz do novato Andrew. O ator veterano flutua entre a sensibilidade do artista brilhante e a crueldade do gênio de métodos agressivos e até destrutivos. Diga-se de passagem, Simmons mereceria o Oscar pelo desempenho.

Whiplash: Em Busca da Perfeição é marcante, intenso e bem ‘ritmado’ pelo jazz; uma narrativa desafiadora onde o expectador sofre tanto quanto torce pelo baterista rumo a grande oportunidade de sua vida. Vale a pena conferir agora mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *