Caixa Cultural exibe filmes tailandeses inéditos no Brasil

Compartilhe

De 12 a 24 de julho, a Caixa Cultural Rio de Janeiro apresenta a mostra Cinema Tailandês e exibirá 12 filmes, entre longas e curtas. A maioria do acervo é composto por material inédito no Brasil, nem mesmo em DVD ou Blu-ray as produções encontravam-se disponíveis para o público brasileiro. 
Divulgação
 
A produção tailandesa tem se destacado mundo afora por diretores como Apichatpong Weerasethakul, de pseudônimo “Joe”, cujo longa Síndromes e um Século (2006) estará presente na mostra. Cineastas reconhecidos como Chatrichalerm Yukol, Pen-Ek Ratanaruang e Nawapol Thamrongrattanatir também terão os trabalhos expostos.
 
O cinema chegou ao Brasil e à Tailândia no mesmo período e se desenvolveu de forma bem parecida nos dois países – inicialmente, uma curiosidade trazida pela alta classe, e depois, uma grande fonte de entretenimento para a população. Os filmes realizados entre as décadas de 1940 e 1980 se assemelham à produção brasileira, com melodramas, musicais e comédias populares sobre a vida no campo.
Responsáveis pela curadoria, Fabiano de Freitas e Victor Dias ressaltam a maior presença de personagens gays, lésbicas e transexuais nos filmes tailandeses, inclusive como protagonistas, algo menos recorrente no Brasil, EUA, França e outros pólos cinematográficos importantes. 
Divulgação
Confira a programação
12 de julho (terça−feira)
16h – Freelance: Ataque do Coração (2015), de Nawapol Thamrongrattanarit, Tailândia, Digital, 130 min, Livre.
19h – Transistor Monrak (2002), de Pen-Ek Ratanaruang, Tailândia, Digital,129 min, 14 anos.
13 de julho (quarta−feira)
17h – Tongpan (1977), de Euthana Mukdasanit e Surachai Jamtimatorn, Tailândia, Digital, 63 min, 10 anos.
18h – O Cidadão (1977), de Chatrichalerm Yukol, Tailândia, Digital, 124 min, 10 anos.
14 de julho (quinta−feira)
16h – Para Sempre Seu (1955), de Ratana Pestonjii, Tailândia, Digital, 112 min, 10 anos.
18h30 – Seda Negra (1961), de Ratana Pestonji e Ratanavadi Ratanabhand, Tailândia, Digital, 129 min, 12 anos.
15 de julho (sexta−feira)
17h – Perigo em Bangkok (2000), de Danny Pang e Oxide Pang, Tailândia, Digital, 105 min, 16 anos.
19h – As Damas de Ferro (2000), de Yongyoot Thongkongtoon, Tailândia, Digital, 104 min, Livre.
16 de julho (sábado)
16h15 – Seda Negra (1961), de Ratana Pestonji e Ratanavadi Ratanabhand, Tailândia, Digital, 129 min, 12 anos.
18h45h – Ponto de Fuga (2015), de Jakrawal Nilthamrong, Tailândia/Holanda, Digital,100 min, 14 anos.
17 de julho (domingo)
17h10 – História Mundana (2009), de Anocha Suwichakornpong, Tailândia, Digital, 82 min, 10 anos.
19h – Perigo em Bangkok (2000), de Danny Pang e Oxide Pang, Tailândia, Digital, 105 min, 16 anos.
19 de julho (terça−feira)
17h – As Damas de Ferro (2000), de Yongyoot Thongkongtoon, Tailândia, Digital,104 min, Livre.
19h – Síndromes e Um Século (2006), de Apichatpong Weerasethakul, Tailânda / França / Áustria, Digital, 105 min, 10 anos.
20 de julho (quarta−feira)
17h – Ponto de Fuga (2015), de Jakrawal Nilthamrong, Tailândia/Holanda, Digital, 100 min, 14 anos.
19h – História Mundana (2009), de Anocha Suwichakornpong, Tailândia, Digital, 82 min, 10 anos.
21 de julho (quinta−feira)
17h – Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas (2010), de Apichatpong Weerasethakul, Tailândia / Reino Unido / França / Alemanha / Espanha / Holanda, Digital, 114 min, 10 anos.
19h30 − Tongpan (1977), de Euthana Mukdasanit e Surachai Jamtimatorn, Tailândia, Digital, 63 min, 10 anos.
22 de julho (sexta−feira)
16h00 – Transistor Monrak (2002), de Pen-Ek Ratanaruang, Tailândia, Digital, 129 min, 14 anos.
18h30 – Para Sempre Seu (1955), de Ratana Pestonjii, Tailândia, Digital, 112 min, 10 anos.
23 de julho (sábado)
14h50 – Síndromes e Um Século (2006), de Apichatpong Weerasethakul, Tailânda / França / Áustria, Digital, 105 min, 10 anos.
17h – Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas (2010), de Apichatpong Weerasethakul, Tailândia / Reino Unido / França / Alemanha / Espanha / Holanda, Digital, 114 min, 10 anos.
19h30 – Debate O Cinema Tailandês na Contemporaneidade.
Com Ruy Gardner e Victor Dias. Mediando o  debate Fabiano de Freitas.
24 de julho (domingo)
16h – O Cidadão (1977), de Chatrichalerm Yukol, Tailândia, Digital, 124 min, 10 anos.
18h20 – Freelance: Ataque do Coração (2015), de Nawapol Thamrongrattanarit, Tailândia, Digital, 130 min, Livre.
Serviço
 
Mostra Cinema Tailandês
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2.
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
Telefone: (21) 3980-3815
Data: 12 a 24 de julho de 2016 (terça-feira a domingo)
Horário: Consultar Programação
Ingressos: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes Caixa pagam meia.
Lotação: 80 lugares (mais três para cadeirantes)
Bilheteria: de terça-feira a domingo, das 10h às 20h.
Classificação Indicativa: exposta na programação
Acesso para pessoas com deficiência
Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *