‘Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias’ é vencedor do prêmio Anima Mundi

Compartilhe

O curta ‘Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias’ foi o vencedor do Grande Prêmio Anima Mundi. O anúncio foi feito neste domingo, 21 de julho, no CCBB, no Rio de Janeiro. Realizado por Aída Queiroz, Cesar Coelho, Léa Zagury e Marcos Magalhães, o festival exibiu 335 produções.

Imagem do evento passado, realizado em 2018 – Imagem/Anima Mundi

Durante o evento de encerramento foram anunciados os vencedores das mostras competitivas. Contabilizando com as mostras especiais, entre os dias 17 e 21 de julho, foram exibidas produções de 45 países.

Desde 2012, o curta vencedor do Anima Mundi é automaticamente inscrito pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood para concorrer a uma vaga na disputa pelo Oscar® de Melhor Curta-Metragem de Animação no ano seguinte.

Fique por dentro do curta

‘Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias’ (“Oncle Thomas – La comptabilité des jours”) é uma coprodução Canadá, Portugal e França e tem direção assinada pela portuguesa Regina Pessoa.

Imagem/Anima Mundi

A obra explora a relação especial da cineasta com o tio. Uma expressão de amor por esse homem não convencional, que desempenhou um papel decisivo na vida dela, além de ter despertado sua paixão criativa.

Confira a lista dos vencedores e os valores das premiações
Registro de Drawing Life – Imagem/Anima Mundi

Curta-metragens – Júri profissional

Grande Prêmio Anima Mundi (R$ 15 mil) – ‘Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias’ (‘Oncle Thomas – La comptabilité des jours’), de Regina Pessoa (Canadá, Portugal e França);

Melhor Roteiro (R$ 4 mil) – ‘Menina Má’ (‘Wicked Girl’), de Ayce Kartal (França, Turquia);

Melhor Concepção Sonora (R$ 4 mil) – ‘Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias’ (‘Oncle Thomas – La comptabilité des jours’), de Regina Pessoa (Canadá, Portugal e França);

Melhor Direção de Arte (R$ 4 mil) – ‘Memorável’ (‘Mémorable’), de Bruno Collet (França);

Melhor Técnica de Animação (R$ 4 mil) – ‘Invisível’ (‘Invisible’), de Akihiko Yamashita (Japão);

Melhor Filme da Sessão Galeria (R$ 4 mil) – ‘O Jogo Dos Opostos’ (‘The Opposites Game’), de Lisa LaBracio e Anna Samo (Estados Unidos);

Curtas-metragens – Júri popular

Melhor Curta (R$ 10 mil) – ‘Memorável’ ‘Mémorable’, de Bruno Collet (França);

Melhor Curta Brasileiro (R$ 8 mil) – ‘Drawing life’ , de Luciano Lagares (Brasil);

Melhor Curta Infantil (R$ 5 mil) – ‘O Sonho de Sam’ (Le Reve de Sam), de Nolwenn Roberts (França);

Melhor Curta de Estudante (R$ 4 mil) ‘Um Dia no Parque’ (‘Un Día en el Parque’), de Diego Porral (Espanha);

Curtas-metragens – Prêmios especiais

Prêmio Canal Brasil de Curtas (R$ 15 mil) – ‘Drawing Life’, de Luciano Lagares (Brasil);

Prêmio All Dubbing (Prêmio com recursos de acessibilidade completa às animações) – ‘Drawing life’, de Luciano Lagares (Brasil) e ‘Contra-filé’, de Pedro Iuá;

Prêmio ACCRJ de Melhor Curta-Metragem Brasileiro – ‘Apneia’, de Carol Sakura e Walkir Fernandes;

Menção honrosa ACCRJ a Curta-Metragem Brasileiro – ‘Contra-filé’, de Pedro Iuá.

Anima Mundi – São Paulo

Após reunir mais de 15 mil pessoas no Rio de Janeiro, o festival segue para São Paulo, no qual será realizado entre os dias 24 e 28 de julho.

Serviço

27º Anima Mundi

São Paulo: 24 a 28 de julho, no Itaú Cultural (Av. Paulista, 149 – Bela Vista), Petra Belas Artes (R. da Consolação, 2423 – Consolação), IMS Paulista (Av. Paulista, 2424 – Consolação) e Auditório Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana).

Há atividades gratuitas e outras pagas. Programação completa em www.animamundi2019.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *